PRINCÍPIOS DA ASTROLOGIA

 

O fluido astral que circula nos seres e nas coisas terrestres passa por sucessivos estados de condensação ou de dissolução. Ensina o esoterismo que tais estados dependem da posição dos corpos celestes cuja influência predomina significativamente em nosso planeta. São sete os astros que o conhecimento mágico considera importantes em suas relações e interação com a Terra. Eis seus nomes:

 

Estes sete astros movimentam-se no céu como ponteiros de um relógio. Um relógio celeste com sete ponteiros dotados de movimentos mais ou menos rápidos. Neste relógio cósmico, metaforicamente, o Sol representa um ponteiro de destaque, como o das horas, nos relógios comuns. O mesmo ocorre com a Lua, que pode ser comparada a um ponteiro indicativo dos minutos. A diferença é que, ao invés dos ponteiros astronômicos marcarem relações de tempo, suas combinações indicam disposições astrais, tendências à precipitação ou retardamento de acontecimentos, estados psíquicos dos homens, dos deuses (inteligências superiores) e do cosmos.
 

Os astros em geral, e também estes sete, são, na maioria — segundo Papus, e todos eles, segundo os Teósofos, centros inteligentes ou mais, seres vivos e inteligentes, emissores de forças dinâmicas, com efeitos físicos e poéticos em seu campo de ação. No nosso sistema solar, a Terra interage com estes astros pois todo o conjunto integra não somente um sistema físico de corpos siderais. Mais que isso, é um sistema metafísico de seres vivos e dotados de diferentes graus de consciência, inteligência e potência de ação.

 

Em Ocultismo, os sete astros principais em relação à Terra possuem, cada um, características próprias que devem ser conhecidas do magista porque são analogicamente associadas a signos e seres da Terra, sua origem, sua história, sua evolução. Cores, pedras, metais, plantas, animais, metais relacionados a cada um dos sete astros são usados em magia na confecção de talismãs, amuletos, sachês (bentinhos), medalhas, joias, figuras traçadas em tela, pergaminho ou papel e, claro, em poções. A seguir, os atributos de cada astro serão examinados em tópicos separados:

Saturno Chamado Cronos, é o "deus" símbolo do Tempo que devora todas as coisas transitórias, como a personagem da teogonia grega, que devorava seus próprios filhos temendo ser superado por um deles. Saturno, que foi destronado por Júpiter (Zeus), representa o espírito afeito a coisas antigas e à melancolia além de experiência. No horóscopo, está ligado aos signos de Capricórnio e Aquário. Saturno e a Lua, em sua fase minguante, é o astro preferido dos magos negros e suas influências são, em geral, consideradas maléficas do ponto de vista humano. Saturno é associado aos seguintes seres e objetos do mundo material:
COR: chumbo, negro metálico

DIA DA SEMANA: sábado

METAL: chumbo, usado na confecção dos talismãs dedicados a Saturno.

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Capricórnio e Aquário

PEDRAS DE SATURNO: pedra-imã e calcedônia
A pedra-imã é muito importante para o magista porque entra na confecção da baqueta mágica (ver instrumentos do Mago). Não se deve confundir esta pedra-imã, que é uma substância natural, com o ferro magnetizado obtido industrialmente. Quando um homem deseja saber se sua mulher é virtuosa, toma uma pedra-imã e coloca-a sob a cabeça daquela pessoa. Se é honesta, abraçará o companheiro; caso contrário, deixará imediatamente o leito. Reduzindo-se esta pedra a pó e lançando este pó sobre carvões nos quatro cantos de uma casa, todos aqueles que ali estiverem escondidos, sairão.

PLANTAS DE SATURNO: São de Saturno os venenos que entorpecem e atordoam, como a maior parte das solanáceas. As plantas que parecem não produzir frutos; as que produzem raízes, folhas ou galhos negros, como a Figueira Negra, O Pinheiro e o Cipestre; as que têm gosto amargo, com odor forte, como o Aipo Silvestre, consagrado a Plutão Apium graveolens umbelifero. (PAPUS apud Grande Alberto, p 237)

ANIMAIS DE SATURNO: poupa (passarinho, ave coraciforme de plumagem vermelha, marcada de preto e branco com um tufo de penas na cabeça. Nome científico: Upupa epops); toupeira e sapo; siba (octópode marinho, como o polvo).

Poupa - aquele que leva consigo olhos de poupa, engorda e se os põe sobre o estômago, se reconciliará com todos os seus inimigos. Levando a cabeça do animal na bolsa, evita-se o logro em negócios.

Toupeira - este animal possui propriedades admiráveis: colocada no ninho de alguma ave, os ovos se tornarão estéreis. Esfregando um cavalo negro com a água em que se cozinhou uma toupeira, o cavalo torna-se branco.


Júpiter Este planeta representa o homem de razão e vontade, a calma, o método. Em Magia, a influência de Júpiter está ligada às honras e glórias das realizações longamente trabalhadas. Seus signos astrológicos são Sagitário e Peixes.
COR: Tons de Azul e amarelo claro transparentes.

DIA DA SEMANA: Quinta-feira

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Sagitário e Peixes

METAL: estanho.

PEDRAS DE JÚPITER: Safira e Berilo. Quem carrega consigo a Safira encontra a paz e a concórdia, a devoção e a piedade, inspira o bem, modera a ira e o ardor das paixões interiores. Quanto ao Berilo, sendo pálido, quase transparente como água, resolve demandas e questões, protege contra os inimigos e propicia a vitória da justiça. Usada por crianças, tem a virtude facilitar a aprendizagem nos estudos. (PAPUS, p 234)

PLANTAS DE JÚPITER: As plantas de Júpiter são caracterizadas por seu cheiro aromático e os frutos, quase todos oleaginosos, tem sabor doce, como as nozes, amêndoas, avelãs etc.. As árvores são majestosas, como o carvalho, e são consideradas portadoras de felicidade, como a aveleira, o álamo, a figueira branca e, particularmente, a oliveira. Suas ervas características são a hortelã, a buglossa (Anchussa off), empregadas em Magia com destaque para o Meimendro (Hyosciamus niger, solanácea), assim caracterizada no Grande Alberto: "Sua raiz, sendo colocada sobre úlceras, fecha-as e impede que se inflamem as feridas. Quem trouxer consigo o meimendro evitará as surgimento de úlceras e abscessos. Sua raiz é muito boa para a Gota. Seu suco com mel alivia as dores do fígado, pois Júpiter domina este órgão. É afrodisíaco além de conferir ao portador uma aura agradável e jovial. (PAPUS apud Grande Alberto, p 238)

ANIMAIS DE JÚPITER: Águia - Veado - Delfim

Reduzindo-se a pó os miolos de uma águia e misturando este pó ao suco da cicuta, aqueles que tomares o preparado começarão a arrancar os próprios cabelos até o último fio. A figura bizarra desta reação significa que a poção produz alterações mentais como alucinações. (PAPUS apud Grande Alberto, p 244)

Marte É o planeta mais próximo da Terra. Avermelhado e violento, ele é a imagem do homem de guerra. Marte possui a coragem, a energia, a cólera e a violência. Em Magia, sua influência é utilizada para momentos que exigem ação.

COR: vermelho fogo

DIA DA SEMANA: Terça-feira

METAIS: ferro

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Áries e Escorpião

PEDRAS DE MARTE: Ametista - Diamante

Ametista: para ter bom caráter e não se embriagar nunca, toma-se uma pedra de ametista cor de púrpura; a melhor encontra-se nas Índias. É maravilhosa para os ébrios e torna o espírito acessível às ciências.

Diamante: aqueles que querem suplantar seus inimigos usarão o diamante. Colocada no peito, do lado esquerdo, é poderosa contra inimigos, conserva a razão, põe em fuga animais ferozes e venenosos e evita as más intenções daqueles que vos queiram assassinar ou fazer qualquer outro mal. Faz cessar questões, processos, problemas judiciais. Também é eficaz em anular as substâncias venenosas e elementais,como duendes. (PAPUS, p 234)

PLANTAS DE MARTE: Os troncos das árvores, o alho, as urtigas, cebolas, mostarda e o "eufórbio" (da família das euforbiáceas, que inclui árvores, arbustos e ervas incluindo cerca de 7 mil e 200 espécies, como o pequeno cipestre, ruibardo dos pobres, herbácea com folhas ásperas e flores branco-esverdeadas).

Sobre o Eufórbio, Papus cita mais um trecho do Grande Alberto (Grimório, livro de fórmulas e informações de feiticeiros): "sua raiz é boa para dor de cabeça, parte do corpo associada a Marte. É usada também para as doenças dos testículos e para as úlceras podres, quando Marte está em Escorpião, signo que retém a semente. Seu suco é admirável para disenteria e hemorróidas bem como para doenças do estômago. (PAPUS, p 239)

ANIMAIS DE MARTE: Corvo, Lobo, Lucio.

Enterrando-se a cauda de um lobo em uma aldeia, ela impedirá que aqueles animais aí entrem. Dependurando-se uma causa sobre a manjedoura das vacas ou em um curral, o lobo não se aproximará enquanto a cauda ali estiver.

Lúcio: animal marinho de Marte

Sol O Sol representa a juventude com todas as suas ambições, seu orgulho, sua combinação arriscada de audácia e inexperiência com as coisas práticas. Está associado ao gosto pelas artes e ao desprezo a tudo o que é vulgar. Sua mitologia, presente em todas as culturas do mundo surpreende os leigos por seus sincretismos ao longo da história. No Egito, Osíris era o Sol, Rei Celeste; para o moderno parse (sec. XIX) ortodoxo, é o "olho de Ormuzd", considerado 'Deus Onividente", "Deus Salvador (BLAVATSKY, 2003). O Sol pode ainda ser identificado com o Hélios grego, Apolo, em Roma, ou o Cristo católico, por exemplo. (PAPUS, P 215 - texto adaptado)

COR: amarelo ouro

DIA DA SEMANA: domingo

SIGNO ZODIACAL ASSOCIADO: Leão

METAL: ouro

PEDRAS DO SOL: "carbúnculo" (granada nodular trabalhada com cabucho, instrumento de lapidação com extremidade cônica), crisólito (chrysolitho, pedra preciosa cor de ouro), heliotrópio* - variedade de ágata verde com pingos vermelhos.
(* nota do editor)

crisólito: usado como amuleto, torna prudente quem o trás consigo evitando ações irrefletidas. Afugenta os fantasmas, impede a loucura, combate o sentimento de medo.
heliotrópio: os necromantes chamam esta pedra de "pedra preciosa de Babilônia". Era usada pelos sacerdotes da antiguidade para adivinhação e interpretação de oráculos. É encontrada na Etiópia, em Chipre e na Índia.

PLANTAS DO SOL: frutos, ervas aromáticas, girassol, ranúnculo (ou flor poligônia).

As plantas do Sol, em geral, são aromáticas e classificadas conforme seus movimentos em relação ao astro, como o girassol, ou as que abrem ou fecham suas flores e/ou folhagens ao nascer e ao crepúsculo, respectivamente, tais como o loureiro, a peônia, chelidônia, etc.. A mais característica das plantas solares é o Girassol, cujas propriedade são assim descritas no Grande Alberto:
"O girassol tem uma virtude admirável quando colhido no mês de agosto, enquanto o Sol está no signo de Leão. Envolvida em uma folha de louro junto com um "dente-de-leão", quem a trouxer consigo não sofrerá o menor dano, nem mesmo por palavras. Quem colocar o girassol sob a cabeça, durante a noite, verá e conhecerá as pessoas que poderiam prejudicá-lo; colocada a flor em uma igreja onde houver mulheres, aquelas que tiverem violado a fidelidade que prometeram aos maridos não poderão sair enquanto não for retirado o girassol. O ranúnculo, erva de porcos ou ainda poligônia cura dores do coração e do estômago. Em forma de beberagem, é um estimulante afrodisíaco. Sua raiz cura males dos olhos, é boa para desobstruir os pulmões e contra os fluxos de sangue dos melancólicos (depressão)." PAPUS, p 240

ANIMAIS DO SOL: Cisne - leão - thymallus na figura acima

Sobre o simbolismo que associa o Sol ao Leão, citemos um trecho de The Source of Measures, de J.R. Skiner: "Houve dois Messias. Um que desceu ao abismo para salvar o mundo: era o sol, despojado de seus raios de ouro e coroado de raios negros, como espinhos. O outro era o vitorioso Messias que subiu ao topo do arco celeste e foi personificado pelo Leão de Judá..."
(citado em BLAVATSKY, 2003 - p 275)

O CISNE relaciona-se ao Sol em uma espécie de substitutivo de pássaros míticos: a Fênix e o estranho Garuda. A Fênix, também chamada "Homem-Leão", é o emblema do Tempo cíclico, periódico. Garuda é pássaro-veículo de Vishnu, coeterno com o Deus, uma das três pessoas da Trindade ou Trimurti hindu (BLAVATSKY, 2003 - v. IV p 235). Além disso, o cisne é um animal que aparece com destaque na história do Buda Sakyamuni: foi o primeiro ser cuja vida foi poupada pelo iluminado quando, ainda criança, salvou um deles da panela de um primo caçador. (YUTANG, 1955)

Na tradição mais remota dos hindus, a palavra Hamsa que significa o "Princípio Abstrato". É uma palavra do sânscrito decomposta em nos semas A-Hm-sa, que significam "Eu sou Ele". A expressão, lida de outro modo, "So-ham", inverte-se para "Ele sou Eu", uma referência à identidade entre a essência do homem e a essência divina. O símbolo desta abstração, é o Cisne, cujo nome em sânscrito é precisamente Hamsa.

Sob tal perspectiva, o Cisne representa a Sabedoria Divina. Os relatos exotéricos apresentam o Cisne como um pássaro fabuloso que separa água e leite misturados numa tigela, bebendo o leite e deixando a água, demonstração de sabedoria porque o leite representa a espírito e a água, a matéria.Na mesma mitologia, hindu, Brahma atravessa os céus no dorso de um Cisne. O Cisne e o Pelicano aparecem também como símbolo das Sociedades Esotéricas dos Rosa-Cruzes. O pássaro aparece rodeado dilacerando o próprio peito e, com seu próprio sangue, alimenta sete filhotes. Blavatsky, 2001 - Doutrina Secreta - vol I, p 135-136.

Sobre o Leão, assinala Papus, ainda com base no Grande Alberto: "Quem de sua pele fizer correias e cingir-se com as mesmas, não temerá inimigos. A carne do animal cura a febre quartã e trazendo os olhos do leão sob as axilas, fará com que outros animais tornem-se submissos e fujam.


Vênus É a estrela da manhã. A juventude feminina com todas as suas faceirices, suas seduções e seus perigos, deusa do amor em todas as suas modalidades. Reina sobre a amante assim como sobre a mãe.


COR: verde

DIA DA SEMANA: sexta-feira

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Touro e Libra

METAL: cobre

PEDRAS DE VÊNUS: lápis-lazuli. Esta pedra tem a propriedade de agir contra as febres e contra a melancolia.

PLANTAS DE VÊNUS: flores e todas as ervas que se distinguem por seu perfume, como a Verbena, a Valeriana, o cabelo de Vênus (Capillum Veneri) além dos frutos, que são muito doces, como as peras, os figos, as laranjas. As rosas são particularmente consagradas a Vênus, sobretudo nas operações feitas pela manhã.

A Verbena é uma das plantas mágicas mais poderosas e misteriosas que existem. Sua raiz, colocada no pescoço, cura escrófulas, parotidas, úlceras e a incontinência urinária, fazendo-se um emplastro que deve ser aplicado no local da moléstia. É soberana para contusões e hemorroidas. Quem beber seu suco com mel em água quente terá bom hálito e respiração desembaraçada. Favorece o amor, porque seu sumo dá abundância de sêmen. Colocada em casa, em uma terra ou em uma vinha, produzirá grandes rendimentos. As crianças que a trouxerem consigo em um sachê serão bem educadas, amarão a ciência e estarão sempre de bom humor. A Verbena é ainda eficiente depurativo (purificante do organismo) e afugenta os espíritos malignos e os demônios (maus pensamentos).

ANIMAIS DE VÊNUS: pomba, bode, boi-marinho

pomba: trazendo-se o coração desta ave em uma pele de lobo, ele extinguirá todo o fogo da concupiscência e os desejos amorosos; queimando o coração e jogando as cinzas sobre ovos de outras aves, eles nada produzirão. Estas cinzas, se colocadas aos pés de uma árvore, esta não dará mais frutos. O sangue da pomba misturado com água na qual se tenha cozinhado uma toupeira torna-se uma poção que esfregada à pelagem de qualquer animal, faz cair todos os pelos que forem negros.

bode: com o sangue ainda morno deste animal misturado com vinagre prepara-se uma poção que tem vários usos: esfregada no rosto, a poção produz visões de coisas horríveis, espantosas; atirada sobre o fogo diante de alguém que sofra do "mal caduco" (esclerose), a pessoa morrerá imediatamente.

boi-marinho: mais uma vez é o sangue do animal que produz efeitos: atirado na água junto com um pedaço do coração do animal, todos os peixes das proximidades se aproximarão; o pedaço de coração, posto sob uma das axilas tornará a pessoa criteriosa e justa; se for um criminoso, será julgado com brandura e favoravelmente.


Mercúrio O mais rápido dos planetas e o mais próximo do Sol representa a infância com seu transbordamento de vitalidade e ação. Na mitologia, é o Toth dos egípcios, inventor da escrita e precursor dos estudos ocultistas. Mensageiro dos deuses gregos, é o regente das comunicações e da perspicácia e da diplomacia nas relações sociais.

COR: o prisma, a faixa do arco-íris. Nos velhos grimórios escrevia-se o nome deste planeta com uma cor diferente para cada uma das letras.

DIA DA SEMANA: Quarta-feira

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Gêmeos e Virgem

METAL: mercúrio

PEDRAS DE MERCÚRIO: Esmeralda e Ágata

esmeralda: Quem almejar ser sábio, reunir riquezas e conhecer o futuro, tomara uma esmeralda - a amarela é melhor. Quem a trouxer consigo terá vivacidade de espírito, boa memória e possuirá riquezas. Colocada sob a língua, comunica o dom da profecia.
ágata: Ágata negra evita toda espécie de perigos. Quem a possui como talismã nada tem a temer do mundo das adversidades da vida. Para desenvolver um caráter generoso, tome-se uma ágata negra estriada de branco.

PLANTAS DE MERCÚRIO: domina as sementes e a casca. As ervas de mercúrio são compostas de várias naturezas e de diferentes cores. Destacamos aqui a aveleira, a tussilagem (planta medicinal conhecida como unha-de-cavalo) e a mercurial (Mercurialis annua, euforbiáceas) - esta última também chamada urtiga. Além destas, o Grande Alberto menciona o "quinquefólio" (Pontilla reptans), da família das rosáceas: "A raiz desta planta cura chagas e dartros quando usada como emplastro, assim como as escrófulas. O suco, misturado com água alivia as dores de estômago e do peito. Introduzida na boca, combate a dor de dentes ou quaisquer outras da boca, como das gengivas. Trazendo-a consigo, ao modo de sachê, dá boa sorte no trato com autoridades que concederão o que o portador deseja."
(PAPUS, p 242)

ANIMAIS DE MERCÚRIO: cegonha - macaco - throchus


Lua A lua domina o mundo físico, que em hermetismo recebe o nome de mundo sublunar. Em Magia Prática, a importância da Lua aproxima-se da importância do Sol e, a rigor, é bastante guiar-se unicamente por estes dois astros para triunfar em todas as operações empreendidas. ...Tudo o que chega à Terra, os fluidos, as almas, passa pela Lua e tudo o que parte da Terra, pela Lua passa. A Lua reproduz analogicamente, em suas fases, a lei universal da involução e da evolução em quatro períodos. Durante a primeira metade do seu curso, da Lua Nova à Lua Cheia, é o momento único que o magista deve utilizar para suas operações de Luz; é também o momento em que as influências lunares estão verdadeiramente dinamizadas.

COR: branca

DIA DA SEMANA:
Segunda-feira

SIGNO ZODIACAL ASSOCIADO: Câncer

METAL: prata

PEDRAS DA LUA: cristal (quartzo) - pérolas - coral branco

cristal (quartzo): Para fazer fogo é necessário tomar esta pedra e expô-la ao Sol em face de qualquer substancia ou material susceptível de arder. Triturado e tomado com mel, o quartzo faz aumentar o leite das amas.
coral: O coral é admirável contra tempestades e perigos que se corre sobre as águas. Quem trás consigo o coral branco, como talismã, manterá o espírito ponderado jamais perdendo a serenidade e o bom senso.

PLANTAS DA LUA: a Lua domina as folhas. A este astro são consagradas as plantas aquáticas porém todas elas são sensíveis às fases da Lua. São plantas lunares características: o Nenúfar Branco ou Lírio d'água e o Lírio de terra, este, com propriedades descritas no Grande Alberto: "Esta flor cura e limpa os rins. É boa para doenças dos olhos e para moléstias do estômago."

ANIMAIS DA LUA: coruja - gato - luro - rã